Esta é uma ideia para enganar os olhos

Como trabalho com arquitetura, sempre deparo com problemas que requerem soluções inteligentes. Reformei o apartamento de uma cliente e, como havia um terraço aberto, ela preferiu incorporá-lo ao living, fechando o guarda corpo com vidro – como é muito comum hoje em dia.
No terraço, havia um forro de madeira como em todos os outros apartamentos. Sugeri a ela de removermos o forro de madeira e colocarmos um forro de gesso pintado de branco, pois como essa área estava se tornando parte do living, iria ficar um visual mais leve.
Como o terraço havia sido fechado e foi colocado cortinas, achamos que não haveria nenhum problema.
Mas houve. Alguém do prédio viu, comunicou ao síndico e aí veio a reclamação. Estava fugindo ao padrão do prédio – mesmo com vidro e cortina.
Teria de fazer um forro de madeira novamente. Como era um andar alto, pensei por que não dar ao teto somente a leitura visual que estava sendo solicitada, sem ter de quebrar tudo e refazer o forro com madeira?
Consultei o síndico e ele não viu problema.
A solução que achei foi pintar o teto de gesso branco com um verniz na tonalidade da madeira do padrão do prédio, para que tivesse uma certa transparência. Daí, marquei o tamanho das réguas de madeira e em cada marcação coloquei duas fitas crepes afastadas 0,5cm.

[divider]

Feito isso, tingi o próprio verniz com uma anilina marrom e pintei todos os espaços de 0,5 cm entre as fitas.

[divider]

Depois disso, retirei todas as fitas e o teto ficou com a aparência de um teto de madeira. O que eu fiz? Com os filetes escuros, imitei a sombra entre a união das madeiras, ou seja, enganei os olhos.
Se você chega perto, percebe que é uma pintura, mas ao afastar-se um pouco, pensa que é um forro de madeira.

10 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *