Estante para vidros

Estante para vidros

Organize pregos, parafusos, arruelas, rebites, porcas, etc.
Para iniciar este projeto, foi necessário definir as dimensões da estante. Os meus vidros de parafusos já estavam classificados em cinco tamanhos, os quais foram adquiridos em um empresa de embalagens para que ficassem padronizados.
Defini as alturas dos vãos da estante em função da altura dos vidros e suas quantidades bem como a sua profundidade.

A partir daí, fiz o plano de corte das madeiras que eu possuía, porque consegui aproveitar vários retalhos.

[divider]

O mesmo aproveitamento que obtive com as madeiras, também tive com a fórmica, pois usei vários retalhos.
Distribuí as madeiras sobre uma bancada e fui espalhando os pedaços de fórmica sobre ela para ter o melhor aproveitamento, além de numerá-los para que ficasse mais fácil na hora de colar.

[divider]

Depois de tudo definido, comecei o processo de colagem. Usei a cola de contato – que é a cola indicada para se colar fórmica. Para isso, passei a cola tanto nos pedaços de madeira como nos de fórmica.
Ao se usar a cola de contato, é importante estar em um local ventilado e utilizar uma máscara, pois o cheiro é muito forte.
É EXTREMAMENTE IMPORTANTE TOMAR CUIDADO COM O MANUSEIO DESSA COLA, POIS ELA É MUITO INFLAMÁVEL; PORTANTO, TOME CUIDADO COM FONTES DE CALOR COMO CIGARROS, INTERRUPTORES, FÓSFORO ETC. SE VOCÊ ESTIVER SENTINDO O CHEIRO FORTE, É PORQUE SEU GÁS AINDA ESTÁ NO AR. DEPOIS DE SECA, DIMINUI O PERIGO.
Depois que todos os pedaços – tanto os de madeira como os de fórmica – estavam com a cola passada, esperei a secagem para iniciar a colagem.
Para saber se a cola já está no ponto, coloque a mão sobre ela. Se a sua mão sair suja de cola ou se ela desgrudar da superfície, é porque ainda não está seca. Entretanto, se a sua mão grudar, mas você perceber que ela está firme, é porque está seca. Para facilitar, siga as instruções da embalagem.

[divider]

Para iniciar a colagem, é necessário colocar as peças na posição correta e ir fazendo a união devagar. A partir do momento em que a fórmica encosta na madeira, não é mais possível descolar, pois danificará as peças. Por isso que essa cola chama-se cola de contato – após o contato, não desgruda mais. Depois que o contato está feito, é importante passar por toda a superfície da fórmica a quina de um pedaço de madeira macia para colar partes que não tenham colado por causa de bolhas de ar.
Após colar a fórmica, em ambos os lados das madeiras, cortei as tiras correspondentes às prateleiras usando uma serra circular de bancada. Esses cortes poderiam ter sido feitos com uma serra circular manual e o auxílio de uma guia.

[divider]

Como havia uma travessa no meio da estante para suportar o peso das prateleiras,fiz encaixes em tal travessa e no meio de todas prateleiras até o meio da profundidade.Para fazer esse cortes usei uma serra meia esquadria e um serra tico tico. Comecei a montagem da estante. Montei o quadro externo e a travessa vertical do meio.

[divider]

Comecei a montagem da estante.Montei o quadro externo e a travessa vertical do meio.

[divider]

E daí fui colocando as prateleiras.A face externa do contorno da estante eu não revesti de fórmica pois a medida que ia colocando as prateleiras ,ia pregando pelo lado de fora.Só depois de tudo colocado é que eu folhei com fórmica.
Além da cola usei um pinador pneumático,o que facilitou bastante o trabalho.Mas poderia perfeitamente ter usado pregos.
Antes de iniciar a montagem, cortei pedaços de madeira com o tamanho dos espaços entre as prateleiras que foram definidos no início do projeto, ou seja, espaçadores que facilitaram na hora de montar cada prateleira, ou seja, coloquei um espaçador de cada lado, encaixei na travessa do meio e preguei dos dois lados.

[divider]

Após ter terminado a montagem da estante comecei a dar acabamento nos topos das madeiras.Para isso usei uma fita de PVC própria para esta função.Passei cola de contato no topo de todas as madeiras e nas fitas de PVC.Para facilitar o trabalho de passar cola nas fitas,cortei-as no tamanho desejado ,e as prendi em uma tábua uma ao lado da outra com fita crepe para que pudesse passar a cola de maneira homogênea ,pois se fosse passar uma a uma levaria muito tempo e daria mais trabalho.

[divider]

Depois que a cola secou colei as tiras alinhando-as por um lado da madeira e depois retirando o excesso com um estilete.
Depois de limpar todos os excessos de cola com thinner, pendurei-a na parede usando pequenas cantoneiras.

[divider]

  • Ferramentas utilizadas
  • Serra circular de bancada (opcional)
  • Serra circular manual
  • Serra tico-tico
  • Pinador Pneumático (opcional)
  • Martelo
  • Espátula dentada
  • Estilete
  • Grampos
  • Esquadro
  • Lápis
  • Pincel
  • Materiais usados
  • Compensados de 10 e 15 mm
  • Fórmica branca de 0,08 mm
  • Fita de bordo em PVC branca
  • Cola de contato
  • Cola PVA
  • Pregos

[divider]
Oficina de Casa PDF

23 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *